Garantir o bom funcionamento das leis trabalhistas é um papel importante para a sociedade atual. Os profissionais da área precisam ter um amplo conhecimento das regras e das eventuais brechas para auxiliar os trabalhadores e, por conta disso, é importante para quem deseja seguir essa carreira investir em uma pós-graduação em Direito do Trabalho.

Confira algumas abordagens selecionadas pela FMP sobre o assunto!

A pós-graduação em Direito do Trabalho é essencial na área

Mesmo que a graduação ofereça os materiais necessários para conhecer a questão trabalhista, quando se trata de, realmente, se tornar um profissional dessa área, é essencial fazer a pós-graduação em Direito do Trabalho.

Isso porque o curso te dá a oportunidade e a capacitação necessária para ser um especialista, já que lida com questões mais profundas e específicas desse segmento. 

Além disso, este é um tema que está em constante mudança. Mais que aprofundamento, a pós-graduação também é uma forma de se manter atualizado.

É preciso conhecer o histórico dos direitos trabalhistas

Nem sempre as normas foram como são hoje, não é mesmo? Os profissionais especializados em Direito do Trabalho devem compreender não apenas as leis vigentes, mas todo o processo histórico que levou a sociedade a entender a necessidade de tê-las e executá-las.

Aqui, cabe analisar o papel do Estado como um todo na aprovação dessas regras e sua posição diante da situação dos trabalhadores em suas profissões.

Entenda os princípios dessa área

O Direito do Trabalho é regido por cinco princípios:

  • proteção: minimiza a desigualdade entre empregados e empregadores, já que os primeiros são subordinados dos segundos;
  • continuidade da relação de emprego: os contratos trabalhistas devem ter prazo indefinido, de modo que os documentos que apresentam validade são exceções;
  • primazia de realidade: ainda que não exista um contrato formal, se houver como comprovar que existe uma relação trabalhista, será necessário assinar a carteira;
  • inalterabilidade contratual: qualquer mudança feita no contrato deve ser feita apenas com a autorização de ambas as partes;
  • intangibilidade salarial: o empregador não pode privar o funcionário de seu salário e nem aplicar descontos abusivos.

Faça a melhor escolha para o seu futuro

O processo de escolha de uma instituição que oferece esse curso deve ser feito com cautela, pois o seu futuro depende de uma grade curricular bem estruturada e professores de qualidade.

Conheça o nosso curso de Direito Social do Trabalho, Processo do Trabalho e Direito da Seguridade Social — completamente em EAD para que possa conciliar a sua rotina profissional com a acadêmica. 

Aproveite que já está por aqui e  leia mais sobre as razões para estudar na FMP! Continue lendo nosso blog para mais informações!

FMP - Fundação Escola Superior do Ministério Público
Autor

Somos a Fundação Escola Superior do Ministério Público (FMP), criada em 1983 por Promotores e Procuradores de Justiça do Estado do RS. Somos uma instituição de ensino privado com foco absoluto no Direito e especializada no ensino jurídico. Há mais de 35 anos preparamos e qualificamos estudantes e profissionais da área jurídica.

Escreva um comentário