A advocacia corporativa é uma área ampla em ascensão, uma vez que cada vez mais se faz necessário contar com um profissional dessa especialidade nas empresas. Porém, não é porque se trata de um ramo de negócios que não há desafios para exercer a sua função. 

Se deseja se tornar um especialista no corporativismo, veja só o que deve levar em conta!

1. Adequar o seu estilo às políticas da empresa

Mesmo que você tenha os conhecimentos sobre questões jurídicas e financeiras que são necessárias para exercer a função de advocacia corporativa, é preciso saber como adequar as práticas às políticas já estabelecidas naquele lugar.

Portanto, é importante, assim que começar a trabalhar, passar um tempo conhecendo a cultura empresarial daquele ambiente. Verifique com os responsáveis quais as ações que costumam ser tomadas em determinados casos e quais as expectativas deles em relação a sua forma de lidar com essas situações.

2. Organizar processos

Mesmo que você identifique que aquela empresa já tem alguns procedimentos definidos para tratar as ocorrências corporativas, é preciso encontrar uma forma de deixar essas informações sempre organizadas.

Isso facilita não apenas o seu trabalho, mas no entendimento dos demais colaboradores e no esforço dos que também estão envolvidos na execução dessas tarefas. Além disso, é mais fácil padronizar os processos e ajuda futuros contratados a compreender como funciona.

3. Estar preparado para situações de risco

É preciso estar sempre alerta para situações que podem desestabilizar a empresa e provocar baques na gestão.

Esteja ciente dos pontos fracos do negócio para ter uma certa previsão de acontecimentos que podem gerar crises internas — ou, até mesmo, externas. É preciso pensar no gerenciamento do risco para que seja mais fácil resolver o problema.

4. Ser, de fato, um especialista em advocacia corporativa

Apesar do  curso de Direito ser bastante completo e apresentar aos alunos os principais panoramas de suas áreas de atuação, é importante ser um especialista no assunto que deseja ter como profissão. 

Quando se trata da advocacia corporativa, uma pós-graduação te deixará por dentro dos temas jurídicos e de finanças, além de apresentar dados atualizados que possam tornar o seu caminho nessa carreira mais fácil.

Gostou de saber os maiores desafios da advocacia corporativa? Então leia mais artigos no blog da FMP!

FMP - Fundação Escola Superior do Ministério Público
Autor

Somos a Fundação Escola Superior do Ministério Público (FMP), criada em 1983 por Promotores e Procuradores de Justiça do Estado do RS. Somos uma instituição de ensino privado com foco absoluto no Direito e especializada no ensino jurídico. Há mais de 35 anos preparamos e qualificamos estudantes e profissionais da área jurídica.

Escreva um comentário