As carreiras jurídicas públicas são o desejo profissional de muitos graduandos em Direito. A estabilidade financeira, segurança na carreira e o prestígio no trabalho são alguns dos pontos que atraem candidatos(as) todos os anos. Para ingressar nessas carreiras, entretanto, é necessário muito estudo e preparação, uma vez que os concursos são amplamente concorridos. Quer saber mais sobre como funcionam as carreiras públicas na área do Direito? Acompanhe este blogpost que a FMP preparou especialmente sobre o tema. 

Panorama atual

O ano de 2020 foi atípico de diversas formas, e na área dos concursos não teria como ser diferente. Muitos foram suspensos em razão da pandemia, mas ainda assim outros tiveram seus editais publicados. Além disso, a perspectiva é que, após o fim da quarentena, o número de concursos abertos se intensifique ainda mais. Portanto, se você pensa em seguir carreira pública, fique atento e siga estudando, pois a todo momento saem novos editais. 

Os concursos

Para cada função na área pública há um concurso específico. Os mais comuns são para a Magistratura Federal ou Estadual, Defensoria Pública, Promotorias Públicas e para os mais variados ministérios, além da Polícia Federal e da Polícia Civil. 

Cada prova tem suas especificidades, mas existem assuntos, como Direito Constitucional, Direito Administrativo e Língua Portuguesa, que estão presentes em quase todas as bancas. Além disso, é importante estar atualizado(a) sobre as informações, notícias e jurisprudências relacionadas ao meio. Para a preparação, a dica é consultar editais de provas anteriores para já selecionar os assuntos mais importantes a serem estudados ou revisados. 

Leia mais: Concurso público: 4 dicas de estudo eficazes 

Outras especificidades da área pública 

Além do concurso, algumas exigências podem ser feitas de acordo com o cargo: ser bacharel em Direito há determinado tempo, estar inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e comprovar prática jurídica são as mais comuns. Também há diferenciais como prova de títulos, por exemplo especializações ou cursos de Mestrado e Doutorado, que ampliam suas chances nos concursos. 

Também muitas carreiras públicas contam com etapas bem definidas, sendo necessário cumpri-las para avançar na sua trajetória profissional. Para o cargo de Juiz, o Magistrado inicia sua carreira como Juiz Substituto em cidades do interior, onde ficam as Comarcas de Primeira Instância. Só após determinado período é que ele poderá ser promovido a Juiz Titular e se candidatar às Comarcas de Entrância Superior sediadas em cidades maiores ou capitais. Assim, cada carreira jurídica tem os seus caminhos específicos. 

Gostou de saber mais sobre como funciona a Carreira Pública na área do Direito? Aqui, no blog de FMP, fizemos uma série especial de posts, compartilhando as especificidades de cada uma delas. Para ler todos os conteúdos na íntegra clique aqui

Ainda sobre este assunto: Deseja seguir na carreira pública? Confira 3 dicas para ter sucesso!

FMP - Fundação Escola Superior do Ministério Público
Autor

Somos a Fundação Escola Superior do Ministério Público (FMP), criada em 1983 por Promotores e Procuradores de Justiça do Estado do RS. Somos uma instituição de ensino privado com foco absoluto no Direito e especializada no ensino jurídico. Há mais de 35 anos preparamos e qualificamos estudantes e profissionais da área jurídica.

Escreva um comentário